Alessandra Durigan, gestora técnica operacional da Canaoeste, na 3ª Expedição Cana Substantivo Feminino na Fenasucro

Voltar
02/08/2018

A Associação dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo (Canaoeste) conta com mais de 2 mil associados, mais de 80% deles são considerados pequenos e médios produtores.
A Canaoeste tem sua matriz em Sertãozinho, e conta com filiais em mais 11 cidades da região, com abrangência de 80 municípios e área com cana de 130 mil hectares. A Missão da entidade é oferecer representação, liderança e serviços de excelência ao associado, garantindo um futuro seguro e rentável à sua atividade.
Uma das importantes ferramentas para cumprir seu objetivo é oferecer assistência técnica de qualidade para seus associados. Para isso, mantém uma equipe de 12 engenheiros agrônomos que disseminam boas práticas de cultivo, orientam os produtores no controle de pragas, doenças, plantas daninhas, manejo varietal, sobre a necessidade de utilizar mudas com sanidade, acompanham a introdução de novas tecnologias, enfim, prestam um serviço fundamental para a obtenção de um canavial com maior produtividade e longevidade.
Essa equipe composta por 10 homens e duas mulheres é liderada pela agrônoma Alessandra Durigan, gestora técnica operacional da Canaoeste. Alessandra será uma das participantes da 3ª Expedição Cana Substantivo Feminino na Fenasucro, que acontecerá em 22 de agosto e integra a programação da 26ª Fenasucro&Agrocana, que acontece em Sertãozinho, SP, de 21 a 24 de agosto.
Luciana Paiva, organizadora da Expedição e do Encontro Cana Substantivo Feminino, explica que a ação deve reunir aproximadamente 50 mulheres que atuam na agroindústria canavieira. Na parte da manhã, das 9h00 às 12h30, no auditório do Centro de Eventos Zanini, acontecerá um bate-papo entre as participantes, que debaterão temas como inovações tecnológicas, comunicação, gestão de pessoas e gestão de empresa.
A partir das 13h00, as profissionais participarão de uma visita guiada pela Fenasucro&Agrocana, a maior feira de tecnologia sucroenergética do mundo.
A 3ª Expedição Cana Substantivo Feminino na Fenasucro conta com o apoio darevista CanaOnline, daReed ExhibitionsAlcantara Machado, organizadora da Fenasucro&Agrocana e do CEISE Br, realizador da Fenasucro&Agrocana.
Mais informações com Luciana Paiva pelo e-mail: luciana@canaonline.com.br

Fonte: CanaOnline           

Fonte: Canaonline

COMENTÁRIOS

0 comentários postados

Alessandra Durigan, gestora técnica operacional da Canaoeste, na 3ª Expedição Cana Substantivo Feminino na Fenasucro

02/08/2018

A Associação dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo (Canaoeste) conta com mais de 2 mil associados, mais de 80% deles são considerados pequenos e médios produtores.
A Canaoeste tem sua matriz em Sertãozinho, e conta com filiais em mais 11 cidades da região, com abrangência de 80 municípios e área com cana de 130 mil hectares. A Missão da entidade é oferecer representação, liderança e serviços de excelência ao associado, garantindo um futuro seguro e rentável à sua atividade.
Uma das importantes ferramentas para cumprir seu objetivo é oferecer assistência técnica de qualidade para seus associados. Para isso, mantém uma equipe de 12 engenheiros agrônomos que disseminam boas práticas de cultivo, orientam os produtores no controle de pragas, doenças, plantas daninhas, manejo varietal, sobre a necessidade de utilizar mudas com sanidade, acompanham a introdução de novas tecnologias, enfim, prestam um serviço fundamental para a obtenção de um canavial com maior produtividade e longevidade.
Essa equipe composta por 10 homens e duas mulheres é liderada pela agrônoma Alessandra Durigan, gestora técnica operacional da Canaoeste. Alessandra será uma das participantes da 3ª Expedição Cana Substantivo Feminino na Fenasucro, que acontecerá em 22 de agosto e integra a programação da 26ª Fenasucro&Agrocana, que acontece em Sertãozinho, SP, de 21 a 24 de agosto.
Luciana Paiva, organizadora da Expedição e do Encontro Cana Substantivo Feminino, explica que a ação deve reunir aproximadamente 50 mulheres que atuam na agroindústria canavieira. Na parte da manhã, das 9h00 às 12h30, no auditório do Centro de Eventos Zanini, acontecerá um bate-papo entre as participantes, que debaterão temas como inovações tecnológicas, comunicação, gestão de pessoas e gestão de empresa.
A partir das 13h00, as profissionais participarão de uma visita guiada pela Fenasucro&Agrocana, a maior feira de tecnologia sucroenergética do mundo.
A 3ª Expedição Cana Substantivo Feminino na Fenasucro conta com o apoio darevista CanaOnline, daReed ExhibitionsAlcantara Machado, organizadora da Fenasucro&Agrocana e do CEISE Br, realizador da Fenasucro&Agrocana.
Mais informações com Luciana Paiva pelo e-mail: luciana@canaonline.com.br

Fonte: CanaOnline