Assistência Técnica

Voltar
16/05/2013

O Departamento Técnico Agronômico da Canaoeste conta atualmente com uma equipe de engenheiros agrônomos, sediados em escritórios regionais nos municípios relacionados no link abaixo.

Clique aqui para conferir os Agrônomos responsáveis por cada região

Os escritórios da Canaoeste possuem estrutura completa para atender os associados. Cada escritório conta com um engenheiro agrônomo que realiza assistência técnica para os fornecedores da filial e também da região. Através das secretárias dos escritórios regionais, os fornecedores recebem atendimento personalizado, informações, agendam serviços e elaboram requerimentos de autorização junto à Secretaria do Meio Ambiente, para a realização de Plano de Queima, bem como comunicações de queima durante a safra.
 
A Canaoeste fortalece a participação do seu corpo técnico em ações multi e interdisciplinares interinstitucionais, que envolvam CTC (Centro de Tecnologia Canavieira), UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), IAC (Instituto Agronômico), ORPLANA (Organização dos Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil), ABAG (Associação Brasileira de Agronegócio), ESALQ (Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"), UNESP (Universidade Estadual Paulista) entre outras; e a articulação entre o conhecimento e informação disponíveis nestas instituições e a produção agrícola, enfocando o fortalecimento de ações participativas que envolvam aos seus associados.
 
A Canaoeste mantém parceria com os Programas de Melhoramento Genético do IAC e UFSCar, possibilitando o acesso às novas tecnologias varietais. As variedades de cana-de-açúcar, associadas ao clima, solo e manejo constituem o pilar da cultura canavieira. Com o avanço e excelente desempenho dos Programas de Melhoramento, os associados tem acesso a variedades cada vez mais produtivas, com maior potencial de acúmulo de sacarose, resistentes às principais doenças e adaptadas as condições atuais de manejo. Por exemplo, a colheita de cana crua e plantio mecanizado, que colaboram significativamente com o setor e diminuem o impacto ambiental.
Todas as etapas do processo de produção de cana-de-açúcar são fortemente influenciadas pela qualidade adotada no planejamento do plantel varietal e de formação dos Viveiros de Mudas para os plantios comerciais. A Canaoeste e Copercana possuem um viveiro de mudas de cana-de-açúcar na Fazenda Santa Rita, localizada no município de Terra Roxa, onde novas variedades são multiplicadas tomando-se todas as medidas fitossanitárias, para produção de mudas certificadas, de alta qualidade e sanidade. Essas variedades estão disponíveis aos associados.
A Canaoeste também é parceira de empresas multinacionais com o propósito de posicionar os seus associados e promover treinamento técnico sobre novas moléculas, produtos e inovações tecnológicas.
 
A Canaoeste participa de diversos fóruns e comitês governamentais de discussão ambiental. Dentre os comitês existentes no Estado, a Canaoeste participa ativamente nos Comitês do Pardo, do Mogui-Guaçu, do Sapucaí - Mirim e Grande, do Baixo Pardo Grande e do Turvo e Grande.
 
Dentre todas as atividades desenvolvidas pelo Departamento Técnico Agronômico, são destacadas:

  • Desenvolvimento agronômico;
  • Diagnóstico de doenças da cana-de-açúcar;
  • Formação de viveiros de mudas;
  • Orientação técnica para a utilização correta da adubação (cana planta e soqueiras);
  • Orientação técnica para o uso de resíduos industriais (vinhaça e torta de filtro);
  • Orientação técnica para o uso de corretivos (calcário, gesso e fosfatos);
  • Orientação sobre os processos de produção de cana-de-açucar:
Preparo do solo, Plantio, Tratos de Cana Planta e Soca, Colheita.
  • Identificação de ambientes de produção, pedologia;
  • Manejo de solos;
  • Manejo varietal:
  • Orientação para o manejo e controle de plantas daninhas;
  • Orientação para o manejo e controle de pragas:
Broca da cana-de-açúcar; Cigarrinha das raízes; Migdolus; Sphenophorus Levis;  Cupins; Formigas; Nematóides; outras pragas da cana-de-açucar.
  • Orientação para implantação de culturas de rotação:
     Soja, Amendoim, Adubos Verdes.
  • Acompanhamento de colheita mecânica;
  • Acompanhamento de plantio mecânico;
  • Agricultura de precisão;
  • Tendências do sistema produtivo e novas tecnologias de produção;
  • Orientação para elaboração e acompanhamento de custos de produção;
  • Acompanhamento da safra.
     O compromisso da Canaoeste com os interesses coletivos, mais propriamente com a sociedade e seus associados, está traduzido na ideia de que as atividades agrícolas devem se constituir num esforço para o crescimento da região e do país, de forma sustentável, preservando os recursos naturais, com a consciência de servir ao bem público, de cumprir prioritariamente com obrigações sociais, no atendimento da população e na busca da melhoria das condições de vida do agricultor, seus familiares e de seus funcionários.

Assistência Técnica

16/05/2013

O Departamento Técnico Agronômico da Canaoeste conta atualmente com uma equipe de engenheiros agrônomos, sediados em escritórios regionais nos municípios relacionados no link abaixo.

Clique aqui para conferir os Agrônomos responsáveis por cada região

Os escritórios da Canaoeste possuem estrutura completa para atender os associados. Cada escritório conta com um engenheiro agrônomo que realiza assistência técnica para os fornecedores da filial e também da região. Através das secretárias dos escritórios regionais, os fornecedores recebem atendimento personalizado, informações, agendam serviços e elaboram requerimentos de autorização junto à Secretaria do Meio Ambiente, para a realização de Plano de Queima, bem como comunicações de queima durante a safra.
 
A Canaoeste fortalece a participação do seu corpo técnico em ações multi e interdisciplinares interinstitucionais, que envolvam CTC (Centro de Tecnologia Canavieira), UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), IAC (Instituto Agronômico), ORPLANA (Organização dos Plantadores de Cana da Região Centro-Sul do Brasil), ABAG (Associação Brasileira de Agronegócio), ESALQ (Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"), UNESP (Universidade Estadual Paulista) entre outras; e a articulação entre o conhecimento e informação disponíveis nestas instituições e a produção agrícola, enfocando o fortalecimento de ações participativas que envolvam aos seus associados.
 
A Canaoeste mantém parceria com os Programas de Melhoramento Genético do IAC e UFSCar, possibilitando o acesso às novas tecnologias varietais. As variedades de cana-de-açúcar, associadas ao clima, solo e manejo constituem o pilar da cultura canavieira. Com o avanço e excelente desempenho dos Programas de Melhoramento, os associados tem acesso a variedades cada vez mais produtivas, com maior potencial de acúmulo de sacarose, resistentes às principais doenças e adaptadas as condições atuais de manejo. Por exemplo, a colheita de cana crua e plantio mecanizado, que colaboram significativamente com o setor e diminuem o impacto ambiental.
Todas as etapas do processo de produção de cana-de-açúcar são fortemente influenciadas pela qualidade adotada no planejamento do plantel varietal e de formação dos Viveiros de Mudas para os plantios comerciais. A Canaoeste e Copercana possuem um viveiro de mudas de cana-de-açúcar na Fazenda Santa Rita, localizada no município de Terra Roxa, onde novas variedades são multiplicadas tomando-se todas as medidas fitossanitárias, para produção de mudas certificadas, de alta qualidade e sanidade. Essas variedades estão disponíveis aos associados.
A Canaoeste também é parceira de empresas multinacionais com o propósito de posicionar os seus associados e promover treinamento técnico sobre novas moléculas, produtos e inovações tecnológicas.
 
A Canaoeste participa de diversos fóruns e comitês governamentais de discussão ambiental. Dentre os comitês existentes no Estado, a Canaoeste participa ativamente nos Comitês do Pardo, do Mogui-Guaçu, do Sapucaí - Mirim e Grande, do Baixo Pardo Grande e do Turvo e Grande.
 
Dentre todas as atividades desenvolvidas pelo Departamento Técnico Agronômico, são destacadas:

Preparo do solo, Plantio, Tratos de Cana Planta e Soca, Colheita.
Broca da cana-de-açúcar; Cigarrinha das raízes; Migdolus; Sphenophorus Levis;  Cupins; Formigas; Nematóides; outras pragas da cana-de-açucar.
     O compromisso da Canaoeste com os interesses coletivos, mais propriamente com a sociedade e seus associados, está traduzido na ideia de que as atividades agrícolas devem se constituir num esforço para o crescimento da região e do país, de forma sustentável, preservando os recursos naturais, com a consciência de servir ao bem público, de cumprir prioritariamente com obrigações sociais, no atendimento da população e na busca da melhoria das condições de vida do agricultor, seus familiares e de seus funcionários.