Tempo seco favorece a colheita da cana-de-açúcar

Voltar
13/07/2018

Nesta próxima madrugada, entre sexta (13) e sábado (14), uma massa de ar polar começa a perder força e as temperaturas começam a se elevar gradativamente. O tempo seguirá firme e sem previsão de chuva em, praticamente, todo o território nacional, com exceção apenas da faixa leste do Nordeste e extremo norte da região Norte que continuam com tempo instável e com possibilidade de ocorrência de pancadas de chuva. 

No domingo (15) o padrão mudará no Rio Grande do Sul, com a chegada de uma nova frente fria que vai trazer chuva generalizada a todo o estado gaúcho entre até segunda-feira (16) e aos poucos esse sistema avança sobre toda a Região Sul. No final da próxima semana há previsão de pancadas de chuva também sobre algumas áreas do Sudeste e Centro-Oeste, sendo que os maiores volumes de chuva deverão ficar concentrados sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, podendo até mesmo ocorrer temporais.

Previsão para as áreas produtoras


A chuva manterá as condições favoráveis ao desenvolvimento das lavouras de inverno, em especial ao trigo. Até mesmo no norte e noroeste do Paraná, em que a ausência de chuva das últimas semanas já provoca perdas em diversas lavouras de trigo da região. Com o tempo seco, os trabalhos de colheita da cana-de-açúcar, café, algodão e do milho safrinha poderão prosseguir sem grandes transtornos.

Mesmo com a possibilidade de ocorrências de pancadas de chuva no final da próxima semana, por serem de baixa intensidade não levarão problemas aos produtores, apenas poderá acarretar paralisações momentâneas em tais atividades.

Além disso, o retorno da chuva em bons volumes no sul do Rio Grande do Sul irá elevar os níveis de água das barragens, trazendo uma luz de esperança aos produtores de arroz da região, já que devido à forte estiagem deste ano, os níveis de água estão bastante baixos e trazem preocupação aos produtores por não terem água para o cultivo de suas lavouras a partir do mês de setembro.

Fonte: Agrolink

COMENTÁRIOS

0 comentários postados

Tempo seco favorece a colheita da cana-de-açúcar

13/07/2018

Nesta próxima madrugada, entre sexta (13) e sábado (14), uma massa de ar polar começa a perder força e as temperaturas começam a se elevar gradativamente. O tempo seguirá firme e sem previsão de chuva em, praticamente, todo o território nacional, com exceção apenas da faixa leste do Nordeste e extremo norte da região Norte que continuam com tempo instável e com possibilidade de ocorrência de pancadas de chuva. 

No domingo (15) o padrão mudará no Rio Grande do Sul, com a chegada de uma nova frente fria que vai trazer chuva generalizada a todo o estado gaúcho entre até segunda-feira (16) e aos poucos esse sistema avança sobre toda a Região Sul. No final da próxima semana há previsão de pancadas de chuva também sobre algumas áreas do Sudeste e Centro-Oeste, sendo que os maiores volumes de chuva deverão ficar concentrados sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, podendo até mesmo ocorrer temporais.

Previsão para as áreas produtoras


A chuva manterá as condições favoráveis ao desenvolvimento das lavouras de inverno, em especial ao trigo. Até mesmo no norte e noroeste do Paraná, em que a ausência de chuva das últimas semanas já provoca perdas em diversas lavouras de trigo da região. Com o tempo seco, os trabalhos de colheita da cana-de-açúcar, café, algodão e do milho safrinha poderão prosseguir sem grandes transtornos.

Mesmo com a possibilidade de ocorrências de pancadas de chuva no final da próxima semana, por serem de baixa intensidade não levarão problemas aos produtores, apenas poderá acarretar paralisações momentâneas em tais atividades.

Além disso, o retorno da chuva em bons volumes no sul do Rio Grande do Sul irá elevar os níveis de água das barragens, trazendo uma luz de esperança aos produtores de arroz da região, já que devido à forte estiagem deste ano, os níveis de água estão bastante baixos e trazem preocupação aos produtores por não terem água para o cultivo de suas lavouras a partir do mês de setembro.